Tráfego Pago vs Tráfego Orgânico

Fala meus queridos, tudo bem? Conforme vamos avançando no digital, começamos a perceber a necessidade de investir cada vez mais em marketing. Mas afinal, em qual devo investir?

Vamos analisar características de cada um dos modelos de tráfego e com base nesses dados poderemos decidir qual se encaixa melhor no nosso modelo de negócio neste momento.

Tráfego Orgânico

Uma das maneiras menos abordadas atualmente e que ainda continua sendo muito eficaz é o tráfego orgânico. Com o tráfego orgânico podemos fazer marketing do nosso negócio sem gastar nenhum centavo ou gastando o mínimo possível.

As formas de tráfego orgânico mais famosas no momento de escrita desse artigo são:

Cada uma dessas formas, quando bem usada, tem uma taxa de efetividade altíssima. O público orgânico tende a se manter aquecido e com bastante interesse no assunto.

Mas com todas essas vantagens, por que essa maneira é tão pouco falada?

A razão é simples, o tráfego orgânico exige bastante tempo, dedicação e não é tão escalável. Mesmo que teu público tenha um alto interesse no assunto, infelizmente ele é um público limitado que cresce lentamente em comparação a outras formas de tráfego.

Tráfego Pago

Já o tráfego pago é um dos assuntos mais comentados do mercado digital. Basicamente, todos os produtores de conteúdo ensinam pelo menos alguma forma de tráfego pago. Dentre essas formas estão:

Das plataformas acima citadas as que mais contém conteúdo na internet são Facebook Ads e Google Ads. Ambas as plataformas contam com uma quantidade gigantesca de usuários onde é muito fácil ter pelo menos um pequeno grupo de pessoas interessadas no teu conteúdo.

O motivo principal do tráfego pago ser tão falado é pela altíssima escalabilidade e pelo poder de direcionar o anúncio para pessoas que tem real interesse em teus produtos. É como se você passasse um anúncio na TV sobre chuteiras de futebol e apenas pessoas que jogam futebol com certa frequência vissem o anúncio.

Mas como nem tudo são flores, o lado “negativo” do tráfego pago é que ele é… Pago! Uau ninguém esperava por isso né. Por mais óbvio que seja, grande parte das pessoas que estão entrando no digital querem ganhar rios de dinheiro sem gastar nenhum centavo.

Graças a isso, várias pessoas vem até mim reclamar que compraram um determinado curso mas quando chegou na hora de vender eles descobriram que tinham que gastar com marketing. Infelizmente nada vem de graça! Apenas podemos escolher se pagaremos com nosso tempo ou com dinheiro.

É possível fazer os dois tipos de tráfego?

Com toda a certeza! Quase todos os produtores de conteúdo trabalham com ambos os tráfegos. É bastante comum ver produtores de conteúdo fazendo campanhas de anúncio para levar pessoas aos seus perfis onde entregam conteúdo de forma orgânica.

Após todas essas informações, deixo com vocês a função de analisar qual se encaixa melhor para teu negócio nesse momento e como você pode aplicar ambos no médio – longo prazo.

2 comentários em “Tráfego Pago vs Tráfego Orgânico”

  1. Long time supporter, and thought I’d drop
    a comment.

    Your wordpress site is very sleek – hope you don’t mind me asking what theme you’re using?

    (and don’t mind if I steal it? :P)

    I just launched my site –also built in wordpress like yours– but the theme slows (!) the
    site down quite a bit.

    In case you have a minute, you can find it by searching for “royal cbd” on Google (would appreciate any feedback) – it’s still in the works.

    Keep up the good work– and hope you all take care of yourself during the coronavirus scare!

    Responder
    • Thank you very much for your comment. I’m very excited to now that you’re here with us. I saw your blog, it’s nice. The theme that I’m using it’s called GeneratePress Child.

      I hope you take care of yourself during the coronavirus scare!

      Responder

Me conta aí meu querido, o que achou do post?

%d blogueiros gostam disto: